quinta-feira, março 10, 2011

Growing older


Descobri o meu primeiro cabelo branco.
Está do meu lado direito, bem juntinho à orelha.
A minha amiga S. já mo tinha visto há coisa de um mês, mas eu não o conseguia ver. Mas descobri-o agora. Não entrei em parafuso, não o arranquei em fúria, nem corri para o salão mais próximo para pintar o cabelo. Para ser sincera, gosto deste meu cabelinho branco. É pequeno, não é do comprimento do cabelo. Nota-se que é novo e que nasceu assim: branco.

Gosto dele... Não o vejo como um mero sinal de envelhecimento. Neste cabelo branco estão 30 anos de tristezas e alegrias. De derrotas e vitórias. De arrependimentos. De sonhos realizados. De angústias, incertezas, lágrimas. De asneiras. De momentos perfeitos. De instantes de felicidade.

Vivi o suficiente para ver nascer o meu primeiro cabelo branco. Não tenho medo de envelhecer! Venham mais! Quando forem muitos, pinto o cabelo! Se ficar sexy com eles, não pinto! Não tenho medo de envelhecer. Tenho medo de sofrer. Tenho medo de morrer... Mas de um cabelo branco? Não tenho medo!

No fim de contas, só quero envelhecer bem... contigo (sim, tu!) a meu lado, ver crescer a nossa filha, e quem sabe outra(o) filha(o)... ser feliz!

6 comentários:

Framboesa disse...

Queria tanto estar a exagerar quando digo que descobri o meu 1.º branco com uns 15 anos e neste momento tenho certamente uns 500 cabelos brancos (devidamente tapadinhos pela maquilhagem-vulgo tinta-do cabeleireiro)
Oh God...e ainda nem tenho 35 :-(

Mas prontes....cabelo branco é sinal de amadurecimento! (espero eu)

Formiguinha disse...

e porque é que não se dá os parabéns nestas alturas???? Estava a começar a escrever e depois apaguei os parabéns!!!!
Para mim os cabelos brancos e as rugas também significam maturidade.... não envelhecimento, chegámos cá... faz parte da vida (quando forem muitos os sinais talvez não mantenha a calma :)... quam sabe).
Quero saber envelhecer e viver com as marcas da minha vida... passei a admirar imenso a Simone de Oliveira quando esta assumiu gostar das suas rugas!!!

Bêjos

PS: aqui entre nós, eu não tenho com quem deixar o G., por isso a onda é mais o vá para fora cá dentro ;-)

100% Mamã disse...

Quem me dera pensar assim mas não consigo. Com o nascimento da fadinha (coincidência ou coisas da natureza) também me apareceram os primeiros cabelos brancos (meia dúzia deles)e fiquei triste, arranquei o primeiro que vi e depois percebi que não valia apena, há que aceitá-lo, mas se podesse escolher ...
Bjs

Sandra C. disse...

Olá minha linda! Eu posso dizer que cabelos brnacos já tenho alguns e bem visiveis (mesmo no cocoruto da cabeça) e provavelmente terei mais alguns que ainda não descobri!
Também penso como tu que cada cabel branco conta uma histórias, ou várias, conta lágrimas umas de alegria, outras de tristeza. Significa crescimento interior!
A natureza é assim!

Jokinhas
Sandra C.

anasantos79 disse...

Os meus estao escondidos com as nuances hihihihihi se os tiver porque ainda nao me dei ao trabalho de os ver ao promenor ;)

mas nao o tires porque ao tirares um cresçe 7 ;)

bjinhos

Euphoria* disse...

Oh Cati, onde está o arquivo deste blog?
É que eu quero ler o resto e não consigo!!!
bjs