segunda-feira, janeiro 24, 2011

Mais 5 anos do mesmo



Sugestão de poupança em tempos difíceis:

se um presidente da República é sempre re-eleito para o segundo mandato, porque não fazer mandatos de 10 anos em vez de 5? Poupava-se o dinheiro da campanha e os tesourinhos deprimentes da mesma. Escusava o "povo" de re-eleger o Professor Cavaco e escusava eu de o voltar a ouvir mentir. Escusávamos nós todos de o ter ouvido lamentar os parcos 800 euros de vencimento da D. Maria, que sem as três reformas chorudas do marido, não sobreviveria. Coitadinha. Escusávamos de ter visto um Alegre zangado e triste. Um Nobre sem a força necessária para vencer. Um Defensor Moura e um Francisco Lopes ainda com menos força (já nem a força do PC, enfraquecido, vale...) Escusava de ter ouvido tanta gente dizer que ia votar no candidato Coelho, porque era o nosso Tiririca "e pior do que tá num fica".

Escusava de me envergonhar de viver num país em que 53% das pessoas não votaram nestas eleições. A maior abstenção de sempre, com ou sem bronca do cartão do cidadão. Cinquenta e três por cento. "Porque não ia lá fazer nada." 

Agora não se queixem. "Eles" mandam e desmandam, fazem e desfazem, e "a gente" não faz nada, não vamos lá fazer nada, são uma cambada. E nós também somos uma cambada... de resignados.

2 comentários:

shakti disse...

É verdade, somos mesmo uma cambada de resignados...infelizmente !!

bj

anasantos79 disse...

deixa os andar!
infelizmente não vejo melhoras :(
bjinhos & miminhos