sexta-feira, dezembro 05, 2008

Desfazer o nó

Abraça-me

Queria falar sobre AMIZADE.

No último ano as minhas amizades têm sido postas à prova, sem que eu tenha pedido “provas” aos deuses. Algumas, surpreendentemente, falharam todas as provas, e delas só sobraram sombras, quando eu preferiria que se esfumassem por completo. Outras sobreviveram às provas e vergaram agora, quando eu tanto precisava delas…

Um ano volvido e, depois de muitos nervos e bastantes lágrimas vertidas, chego à conclusão que realmente nem todos os nossos amigos são iguais. Verdadeiramente não tenho poucos amigos, acho que até tenho bastantes, mas que fogem à velha máxima

“Os amigos são para todas as ocasiões.”

Tenho amigos com quem passar um bom bocado a rir e a dizer tonteiras.

Tenho outros que me ajudam sempre que ando aflita com alguma coisa do trabalho.

Depois tenho aqueles para quem sou a conselheira sentimental/ psicóloga de serviço…

E há ainda aqueles que vejo muito pouco mas que sei que basta um sinal para aparecerem…

Mas são poucos aqueles que são MESMO para todas as ocasiões. Os amigos que são MESMO a família que escolhemos. Aqueles que pressentem a nossa tristeza mesmo quando exibimos um rasgado sorriso. Aqueles que verdadeiramente ficam felizes com a nossa felicidade e a quem a nossa tristeza também dói. Aqueles que se enervam connosco, mesmo que estejam sempre a dizer “vai correr tudo bem”. Aqueles que querem saber de nós, que não se esquecem, que ligam nem que seja só para dizer “olá”, por mais ocupados que andem. Aqueles que nos perdoam as falhas, que nos amam mesmo com elas e por causa delas.

E chego à conclusão que eu também não sou assim para todos. Sim, cheguei à fase da minha vida em que finalmente abri olhos e coração e assumo: eu não sou igual para todos. Eu sou muito boa para quem é muito bom para mim. Sou boa para quem é bom. Sou mázinha para quem é mau.

Passadas todas as provas, sim, perdi algumas pessoas que considerava amigas… Mas ganhei a lucidez para saber agir para com aqueles que ficaram. E para fim de conversa, cá fica outra velha máxima…

“Se um amigo deixa de o ser é porque nunca o foi verdadeiramente.”

E ainda…

“Um amigo fiel é um abrigo seguro; quem o achou descobriu um tesouro.”

Amigos blogoesféricos, BOM FIM DE SEMANA!!!

* Tu sabes que estou aqui… na felicidade, na desgraça, no suspense e no feliz desenlace. Em mim terás sempre um abrigo.

** A vida passa, as prioridades alteram-se… A paciência esgota-se! Mas os meus braços… estão sempre abertos.

*** Foto de David Quinlan.

15 comentários:

nutmeg disse...

Cati, adoro sempre o que escreves, mas desta vez... assino por baixo!! Eu não conseguiria exprimir melhor o que sinto em relação às minhas amizades.

Desfizeste o nó em grande estilo :D!

Beijinhos e bom fds prolongado

Gotinha disse...

Fizeste esta gota verter uma gotinha...

Por vezes a forma mais fácil de mostrar a nossa amizade, o carinho e a preocupação pelos outros é afastarmo-nos! Não porque nos tenham feito mal, mas porque sentimos que somos más influências para os nossos amigos, porque estamos magoados com algo e não queremos magoá-los mais só porque não estamos bem!!

É covardia?? É!!! É a forma mais fácil... Mas é sempre tempo de mudar...

Blossom disse...

Sabes que concordo com o que dizes?
Amigos todos temos, ou pensamos que temos, mas os para as ocasiões reduzem-se para dois ou três. É como eu digo, antes poucos e BONS que muitos e fracos

beijocas e bom fds :P

Vício disse...

quando te fartares de ser usada talvez vejas que tens muito poucos amigos!
normalmente é o que acontece...

Clarice disse...

A vida tem-me mostrado que com lucidez, no tempo, percebemos quem chegou para ficar, ou quem esteve para não voltar. Mas porque é vida, e não é um filme, por mais lucidez que exista às vezes andamos aos trambolhões até que seja dia.

Muito claramente, eu gosto de ti!

Luazinha disse...

Lindo, simples e verdadeiro...este post é o reflexo da amizade!!
E tenho a certeza que quem tem uma amiga como tu, que tem a lucidez de admitir que não pode ser perfeita, tem tudo!! Porque a humildade é o primeiro passo para a longa caminhada que é uma amizade!!
Bom fim de semana!!
Kiss

PAULO LONTRO disse...

Vivi e trabalhei muitos anos em vários países, ia rodando pelo mundo e em todos os lugares lá estavam pessoas que mais ou menos iam ficando mais agarradas a mim.
Lembro-me de uma noite de copos em Milão (onde vivi mais tempo) onde, já com algum sangue no álcool, um desses parceiros de trabalho e a propósito de uma conversa sobre amizade dizia com muito clarividência que, há uma coisa fácil de definir que separa os amigos dos simples conhecidos; O Factor Tempo.
Dizia ele na altura, até nos poderíamos sentir todos amigos, os que estavam naquela sala e que éramos de diferentes países, mas ele só saberia quais dos presentes eram mesmo amigos se passado uns anos o contacto se mantivesse e se numa dificuldade essa presença fosse sentida, não obrigatoriamente presença física mas se fosse sentida de uma ou outra forma.
Apesar do álcool, este raciocínio pareceu-me tudo menos estúpido!

Carlos Lopes disse...

Oi, Cati. Tens the ter um "computador da maçã" para fazeres aquelas imagens. Tens?

PDuarte disse...

acredita que sou um gajo de poucos amigos.
não porque ache que eu seja muito mau, mas deve ser pelo facto de para mim a escolha de um amigo deve ser uma coisa muito ponderada.
se há algo que me magoa são os amigos contrafeitos.
e tu nem imaginas aqueles que me apareceram na vida mais falsos que as Levi`s vendidas na feira do Entroncamento.
tantos, que agora para fazer um, esse tem de passar por uma triagem implacavél.
não sei porquê, desde o primeiro dia que fiquei com a tua amizade sem tão pouco saber o que está dentro do embrulho.assim sem ver.
bfs

Saltos Altos Vermelhos disse...

Verdade! Gostei do texto! Bom fim de semana!

shakti disse...

A amizade para mim é dos mais verdadeiros sentimentos que existem...por isso concordo com o que aqui escreves ...

bj e bom fim de semana

PDuarte disse...

a próxima saída dominical da familia vai ser ao entroncamento.
ainda não sei ainda qual vai ser o domingo.
depois falamos.
bj.

Shootingstar disse...

Humm, acho que estou um pouco descontextualizada... e nem percebi o post mas... passei para VOS desejar um ÓPTIMO FDS prolongado. Sabes que ando desaparecida nos comentários, mas sempre por aqui. bjinhos... em breve terei mais tempo :)))

Júlio disse...

Desfizeste o nó... :)
E bem!

poupinhas disse...

Concordo plenamente contigo.. ultimamnete sinto-me assim a reduzir o meu circulo de conhecidos e a definir os meus amigos :)
beijinho