terça-feira, outubro 02, 2007

Os Correios cá da terra...

Hoje estive desde as 10.35 da manhã até às 11.15 à espera na estação de correios cá da terrinha para levantar uma estúpida carta registada. A carta chegou ontem, e obviamente eu não estava em casa para a receber... porque o horário de expediente dos carteiros curiosamente coincide com o horário de trabalho de qualquer comum mortal que não esteja reformado ou que não engrosse a colossal lista do centro de "des"emprego.

Esta é uma questão antiga... para quando uma nova estação de correios na minha cidade?!? Segundo o site da câmara, a cidade tem hoje cerca de 18.500 habitantes, sendo que deste "bolo" cerca de 55,5% estão entre os 24 e 64 anos de idade. A estação de correios tem 5 balcões... mas destes apenas DOIS estavam em funcionamento no período que citei. Quando cheguei estava no número 60 e o meu era o 82... 2 PESSOAS PARA ATENDER 22!!! No meu ver até se desenrascam bem - entre velhotes que lá vão pagar as contas da água, luz, gás e comida para o cão e as secretárias que vão despachar uma tonelada de correio lá do escritório - 40 minutos de espera não está mal. No fundo acabo por ter pena dos empregados de balcão, daqueles que dão a cara... Embora muitas vezes lhes falte a simpatia e a boa educação, pode entender-se porque perdem a paciência e têm aquela cara de "nunca mais são 6 da tarde" durante todo o dia.

O que falha aqui, a meu ver, é a administração central. Não sei muito bem (e perdoem-me a ignorância!) se os Correios continuam a ser uma empresa estatal, mas mesmo assim há por aí tanto desemprego... A filial dos Correios para a parte norte da cidade está prometida há tanto tempo, o que falta para avançar? Há gente para trabalhar e espaço (ainda) não falta...
O que falta então?
Dinheiro? Ou vontade de o gastar num serviço que faz tanta falta?
Provavelmente estão à espera que todos os serviços dos Correios caiam em desuso, como já caiu em desuso escrever cartas ou postais, graças ao "advento" dos telemóveis e da Internet... Quando tal acontecer, fecha-se e não se fala mais nisso!!!!

Neste país é assim - há problemas que nunca se resolvem; espera-se que apodreçam e caiam...

Um grande beijinho!!!

6 comentários:

Blossom disse...

Ena! Tiramos a verificação sequisa ortográfica...urray!!! Onrigada, obrigada, obrigada ...

Fofa, 40 minutos à espera não tá nada mal mesmo! Devem ser supersónicas, porque normalmente, e para além da cara de enfadonhas e freteiras que têm [como se fosse culpa nossa que as pobres não tenham tido outra sorte] elas demoram horrores a fazer qualquer coisa...

***

Cati disse...

Tem graça que eu ia jurar que essa mariquice da verificação ortográfica estava desactivada... mas pronto, agora está mesmo!!!

Em relação aos correios... que mais dizer?!? LOL

Um beijo Blossom!

DS Gaia disse...

ó minha linda como te percebo. O pior disto tudo é que vais aos correios em Época Natalícia e vês do tipo: " escreva um postal a quem mais gosta". Eu fico a pensar, se hoje em dia mal se escreve uma carta e estamos montes de tempo à espera que chegue a nossa vez, imagina se toda a gente escrevesse uma carta ou postal? Então se a carta for registada?! Ui, estamos lá um dia inteiro...

Gazela disse...

E viva os CTT da nossa Santa Terrinha!!! Não que os outros sejam melhores... mas os de cá têm aquele (mau) humor característico!! É sempre um enorme (des)prazer ter que ir a estes CTT!!

Beijokas

Blossom disse...

é aos CTT, à Segurança Social, às Finanças...fonix...as pessoas de lá têm todas uma tromba...valha-nos a santa paciência...até as dos supermercados agora nos atendem de tromba no chão...porra!!!

redjanpais disse...

A questão dos postais de Natal terá efeitos retroativos? Se de facto seguissemos a tocante ideia, a lembrança chegaria provavelmente no Natal seguinte mas com validade ainda, por superior decisão do Pai Natal em que todos acreditamos quando temos de recorrer a serviços onde o sr. engº que decide a estratégia de bosta se esconde em gabinetes e almoçaradas, enquanto o entalado de carreira dá a cara, a tromba e o corpo ao manifesto.
Duas horitas de espera ? Nada mau! Dá para levar o laptop e fazer um zapping pelos blogs da turba que não cala nem consente. E que são momentos de delicia. Que resolvendo ou não as questões, permitem -nos acreditar que a sanidade mental ainda tem refugios e resistência para o toca e foge de quem organiza o nosso querido e amado burgo de tugas!

Bjsss Cati.... Nos dias de regresso fico mais intolerante à quietice das coisas .. como vês !